Escolha uma Página

Não é segredo nenhum que manter a manutenção do veículo sempre em dia ajuda a prevenir acidentes e a aumentar a vida útil do automóvel, além de evitar dores de cabeça com problemas que poderiam ter sido evitados.

Porém por mais bem cuidado que o automóvel seja, muitas vezes é inevitável que uma peça ou acessório apresente defeitos e falhas, estrague devido alguma batida ou simplesmente necessite de substituição pelo tempo de uso. E quando isso acontece não tem jeito, a peça danificada precisa ser substituída.

Esse processo é mais tranquilo com carros de fabricação nacional, onde as peças são mais fáceis de encontrar, muitas vezes só é preciso levar o veículo à mecânica e em poucas horas ele já está pronto para rodar.

Já os carros importados exigem um esforço maior neste momento, uma vez que nem sempre existem peças e acessórios disponíveis a pronta entrega em lojas de peças e muito menos em mecânicas, levando muitos motoristas a optarem por opções alternativas as peças originais do carro, escolha essa que nem sempre acaba bem.

Tipos de peças e como elas influenciam na mecânica do carro

Existem no mercado vários tipos de peças e acessórios disponíveis para o veículo, muitas vezes pela pressa e por não saber onde adquirir os acessórios para carros importados, os compradores nem sempre optam pelas opções originais de fábrica, tais como peças paralelas e recondicionadas.

Vamos explicar um pouco mais sobre elas:

  • Originais: mais caras, possuem maior durabilidade e são projetadas para substituir com exatidão as peças do carro. Elas podem ser feitas pelo fabricante do veículo – peças genuínas -, ou por empresas terceirizadas pelo mesmo. Além de mais seguras, as originais vem com um bom prazo de garantia ao comprador;
  • Paralelas: mais baratas, são produzidas por empresas que não tem vínculo com a montadora, em alguns casos com vida útil menor;
  • Recondicionadas: essas peças costumam ser oferecidas a pronta entrega em mecânicas e nada mais são do que peças usadas, que tiveram algumas partes trocadas e ganharam um banho de tinta. Sua durabilidade é menor, além de estarem sujeitas ao processo de “maquiagem”, tornando uma peça ruim em aparentemente boa, quando feitas por “profissionais” enganosos.

O que as peças mudam no desempenho do carro na prática

Optar por peças originais sempre será a melhor opção em termos de segurança e garantia, mesmo que estas demorem um pouco mais para chegar, realidade que está mudando com o e-commerce. As paralelas e recondicionadas certamente são mais barata, e por vezes mais disponíveis no mercado, mas elas podem acarretar problemas no veículo.

#1 Falha mecânica

Quando uma peça é substituída por outra e acaba ficando folgada, por exemplo, o funcionamento da parte substituída será comprometido, acarretando em danos à outras partes do automóvel.

Rodas de alta performance são projetadas e analisadas através de processos minuciosos de desempenho através de softwares de ponta, passando por um longo processo de análise de qualidade, cuidado esse que empresas que oferecem peças paralelas não tem, uma vez que mantém o preço bem abaixo do mercado. Milímetros de diferença podem fazer com que toda a estrutura da roda, inclusive a estrutura do próprio carro, sejam comprometidas.

#2 Baixa vida útil

Mais baratas e mais acessíveis, essas peças acabam caindo no gosto de quem quer sair “lucrando” da situação, mas que acabam muito enganados. Um jogo de pastilhas de freio original conta com materiais de qualidade em sua fabricação, além de todo o processo de controle de qualidade envolvido, e dura entre 30 a 40 mil quilômetros.

Hoje uma pastilha de freio traseira original de um Lifan X60 2013 custa em torno de R$ 110. A pastilha paralela sai entre 30 a 40 reais mais barata.

Em uma frenagem essas pastilhas não vão aguentar a pressão e a temperatura como a original, tornando a durabilidade da peça uma incógnita, além de comprometer a segurança do veículo.

#3 A garantia é curta

Peças originais costumam ter 1 ano de garantia e, em alguns casos, também é oferecido a possibilidade de garantia estendida pela revendedora. As peças paralelas e recondicionadas costumam oferecer prazos bem menores do que este, o que já dá um bom motivo para se desconfiar da qualidade e evitar ficar na mão por um mal funcionamento futuro.

Peças originais: preço justo, qualidade garantida

Muitas vezes o barato sai caro e é bom não bobear, especialmente quando o investimento é seu automóvel: um erro na segurança e isso pode custar a saúde de quem está dentro e fora do carro.

Um veículo importado é um investimento que vai exigir uma maior procura quando necessitar de substituições, mas nem por isso o momento precisa ser incômodo, olha só as nossas dicas para a hora de comprar uma peça nova:

  • Escolha sempre peças originais com o selo de fábrica
  • Evite as paralelas e recondicionadas
  • De olho no preço: peças muito abaixo do valor de mercado podem estar comprometidas
  • Exija a nota fiscal do produto
  • Garantias curtas também são sinal de problemas
  • Na dúvida, peça ajuda ao seu mecânico de confiança
  • Conheça bem o local em que vai comprar

Agora que você já conhece os prós e os contras dos diferentes tipos de peça que podem estar disponíveis no mercado, cair em armadilhas ficará mais difícil. Aposte em qualidade para ter um retorno seguro e a longo prazo, tanto para seu veículo quanto na sua segurança ao dirigi-lo.

Quer saber onde encontrar partes originais para importados com qualidade, segurança e facilidade na entrega garantidas? Aqui na Armazém Autopeças oferecemos uma vasta gama de peças e acessórios online, na distância de um clique e no conforto da sua casa, vem conferir!