Escolha uma Página

Muita expectativa se formou sobre as novidades que a Chery iria trazer para esta nova fase. Uma dessas novidades é Tiggo 2, um SUV  que aparece como primeiro produto neste novo momento da montadora. O modelo mostra a que a marca veio, e a expectativa é que mais carros no nível do Tiggo 2 venham por aí, o objetivo da montadora é que 6 a 8 mil unidades sejam  comercializadas até o final do ano. O SUV não é mais novidade, estava no Salão do Automóvel de 2016, onde apresentava um desenho robusto e moderno, com faróis de projetores (com o nome do carro nas suas laterais), lanternas e luzes diurnas com leds, rodas aro 16 e sem o exagero de cromados, ainda típico dos chineses. Com motor 1.5 flex (o mesmo do Celer, mas com comandos de válvulas variáveis) de 115/110 cv e 14,9/13,8 mkgf e câmbio manual de cinco marchas, ele tem desempenho satisfatório para a categoria.

Todos esses pontos melhoraram em muito a dirigibilidade, relação aos seus antepassados. O Tiggo entra no cenário automotivo nacional com um design arrojado e preço razoavelmente competitivo, promessas de baixo custo de manutenção são outro atrativo do modelo. Sem dúvida um dos pontos mais fortes do Tiggo 2 é o design, suas linhas conseguem se diferenciar de SUVs compactos e hatches aventureiros do mercado, mas se destoando dos clichês comumente encontrados em carros de mesma categoria. Olhando de frente ou de perfil, ele é bem resolvido e sem exageros. O mesmo vale para o interior, que se mostra incrivelmente moderno e esportivo.

A primeira geração do Tiggo marcou a chegada da Chery no Brasil, em 2009. Agora, coube ao Tiggo 2 estrear a nova fase da marca com a Caoa como sócia da operação brasileira. Há quase nove anos no Brasil, a Chery ainda não atingiu o sucesso desejado por aqui, mesmo com a produção nacional. Já a Caoa, há quase 40 anos no país, parece transformar em ouro tudo que toca – o sucesso da Hyundai no Brasil é um exemplo. Pensando nisso, ambas uniram suas forças: de um lado, uma chinesa com experiência produtiva e a maior exportadora de veículos da China; de outro, uma importadora e fabricante brasileira com grande força comercial. O futuro da Chery é muito promissor no Brasil, e se você ainda estava em dúvida sobre a compra ou tinha algum receio com os carros chineses, esse SUV veio para acabar com suas preocupações e mostrar a força da marca!

Confira nosso site! Armazém Autopeças lá você encontra tudo o que você precisa para o seu asiático!